Números bíblicos

Uma das coisas que me habituei a fazer desde há uns anos para cá é olhar para a Grécia sempre que saem novas previsões económicas. Chega a ser monótono: os números são sempre revistos em baixa. E à medida que a projecção avança no tempo torna-se cada vez mais visível a verdadeira dimensão e persistência da tragédia grega.

Toda a gente já ouviu dizer isto. Mas quando falo com a maior parte das pessoas fico sempre com a sensação de que são raríssimos aqueles que têm exactamente a noção do quão fundo caiu a Grécia. A economia grega recuou mais do que os EUA durante a Grande Depressão. Aliás, a economia grega recuou mais do que qualquer economica desenvolvida alguma vez recuou, fora os casos cataclísmicos de guerra civil ou colapso institucional (e mesmo aí…).

Deixem-me dar três exemplos. Primeiro, o PIB per capita grego. A recta verde projecta a tendência de 1997-2007. A linha vermelha mostra a previsão da Troika no primeiro Memorando. E a linha azul mostra aquilo que efectivamente aconteceu. Resultado: a riqueza (PIB) por cada grego residente no país é hoje 40% mais baixa do que seria caso a economia tivesse crescido como antes.

1

Também podemos usar as previsões do FMI (2015-2020) para saber quando é que o grego médio terá o mesmo nível de riqueza que tinha em 2007. E a resposta é… bom, daqui a muito, muito tempo. Na verdade, é daqui a tanto tempo que só consegui lá chegar depois de projectar a taxa de crescimento do PIB pc prevista pelo FMI para 2017-2020 para a década seguinte (linha tracejada).

2

E finalmente uma comparação entre a Grécia do século XXI e os EUA da Grande Depressão. E esta é a Grande Depressão, considerada o grande cataclismo macroeconómico do século XX.

3

Agora, há uma questão curiosa que nunca vi abordada, mas que devia dar pano para mangas, ou pelo menos para uma série de papers acerca do hot topic da hysteresis. Sabemos que os choques económicos podem deixar chagas duradouras e persistentes: depois de uma pancada violenta, a economia que a sofre pode nunca mais voltar a entrar nos eixos. E a história que se conta para explicar este “empeno permanente” tem normalmente alguma coisa a ver com o desemprego a tornar-se estrutural, problemas de matching no mercado de trabalho, degradação de capital humano, etc.

Mas isto… Bom, isto parece-me muito mais difícil de explicar. Pelo menos nesses termos.

4

A produtividade grega caiu a pique entre 2008 e 2012. Não voltou a crescer desde então. Na verdade, nem se espera que cresça. Por que raio aconteceu isto? Notem que é uma propriedade única entre os países afectados pela crise – todos os outros, mesmo os que passaram por prolongadas recessões, como Portugal e Espanha, conseguiram melhorar a sua produtividade de 2007 para cá. Na verdade, a taxa de crescimento da produtividade até acelerou nalguns destes países.

Excepto na Grécia. Porquê?

P.S.– Leituras complementares, que há uns anos ninguém arriscaria escrever: Putting the Budget on a sound footing (António Fatas), The permanent effects of fiscal consolidation (António Fatas & Larry Summers), Long term damage of the great recession (Laurence Ball), Inflation and activity: two explorations, and their monetary policy implications (Olivier Blanchard, Larry Summers & Eugenio Cerutti)
Anúncios

2 comments on “Números bíblicos

  1. cristof9 diz:

    Noto que muitas das previsões do que aconteceu as li em Janeiro (incluindo o colapso bancario) com a arrogancia dos eleitores gregos que alinham em plesbicitos e votam em quem mostra tanat “sabedoria”. A falta de regras dos gregos é endemica, como se pode constatar numa simples estadia de 15 dias a viver fora dos resorts.

    Gostar

  2. carlos diz:

    “Excepto na Grécia. Porquê?!

    Produtividade por Hora de Trabalho em 2000 e 2013:

    2000 ———————-2013
    Grécia 75,9 74,8
    Itália 117,0 101,9
    Bélgica 146,8 133,1
    Finlândia 112,7 105,6
    Portugal 62,6 65,3

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s