Ideias para o Conselho das Finanças Públicas

Está a ser sugerido que o Office for Budget Responsability, o watchdog das contas públicas inglesas, tenha poderes para analisar as propostas orçamentais feitas pelos partidos em período eleitoral – algo que já é feito, por exemplo, pelo seu homólogo holandês (e, se não estou em erro, também pelo CBO americano).

Em Dutching the fudge, Tony Yares explica as implicações desta opção e por que é que ela pode ser uma óptima ideia. Obviamente, isto não tem relevância absolutamente nenhuma para um determinado país da periferia europeia (que por acaso até tem um organismo deste género).

I heartily agree with this proposal.  The idea, as Simon explains, is that, given the option, parties will feel compelled to take it up, for fear of not looking serious.  And this will help us see more clearly what parties intentions are.

I suspect the benefit will go deeper.  Knowing that they won’t be called on exactly what their fiscal ambitions are, and how they connect with their policies, parties probably don’t feel the need to think them through so deeply.  With limited resources, effort is diverted towards communication, story-telling, coherence, prioritising, adapting the policy message to the unfolding narrative of the campaign.  There is no money or patience left for nerds with large Excel spreadsheets.  So impending transparency will probably also deepen the parties’ understanding of the costs of social policy and macroeconomics.  Who knows, that benefit might even filter out to the rest of us.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s