“Portugal Profundo”

O debate público em torno das alterações no IRS foi pobre e mal-informado. O imbróglio em torno da suposta falta de progressividade das novas tabelas ocupou demasiado tempo de antena. Um aspecto ainda mais relevante foi a divergência entre a ideia que as elites mostraram ter acerca da “classe média” e aquilo que a “classe média” é.

Os números do Instituto Nacional de Estatística (Inquérito ao Emprego, 3º trimestre), que são pouco permeáveis a percepções enviesadas, dão uma boa ideia do que é essa “classe média”. Todos os valores são em percentagem do total do emprego dependente.

Para memória futura: entre os trabalhadores assalariados, mais de 60% ganha menos de 900€. Quem ganha mais de 1.800€ está nos 5% mais “ricos” de Portugal. Estes valores são brutos. Em ambos os sentidos da palavra.

Anúncios

2 comments on ““Portugal Profundo”

  1. Um problema de ir à procura da “classe média” em estatisticas sobre o trabalho dependente é que certas escolas de pensamento definem “classe média” como sendo aquelas pessoas que estão acima do assalariado típico mas abaixo do patrão típico (isso é visivel, p.ex., no british english, em que a “middle class” tende a ser definida como o grupo acima da “working class”).

    Ora, se vamos pelas estatisticas do trabalho dependente, o que vamos captar é a “classe trabalhadora”, não a “classe média”

    Gostar

  2. Caro Miguel,

    No âmbito da discussão académica acerca do “conceito de classe média”, pode ter razão. No âmbito mais restrito da análise de impacto das alterações do IRS, penso que as estatísticas do trabalho deste género são um bom instrumento.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s