O ranking dos impostos indirectos

Comparar a alteração de impostos indirectos olhando para a cobrança efectiva é um exercício arriscado. As variações, que muitas vezes só podem ser analisadas numa base trimestral, tendem a reflectir mais a realidade económica subjacente do que as taxas efectivas determinadas pelo Governo.

O Eurostat, porém, passou agora a disponibilizar uma base de dados útil para o fazer de forma indirecta. O novo projecto do gabinete de estatísticas europeu consiste na criação de um índice de preços – do tipo HICP – que expurga o efeito dos impostos indirectos, como o IVA.

Os cálculos que fiz em baixo são bastante simples: calculei a variaçaõ acumulada de preços efectivos entre Janeiro de 2010 e Setembro de 2012 e repeti a operação para os preços a taxas constantes. O valor da primeira imagem é a diferença entre os dois resultados acumulados.

O valor da segunda imagem obtém-se dividindo o resultado anterior pela variação acumulada de preços, de maneira a obter o peso dos impostos no crescimento do HIPC.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s