Target2 para miúdos

Um dos debates mais esotéricos da blogosfera e da comunidade académica ‘económica’, em torno dos desequilíbrios de pagamentos entre bancos centrais, continua ao rubro. Desta vez é Paul de Grauwe a responder a Hans Werner Sinn. TARGET2 as a scapegot for german errors, no Vox.

Before the debt crisis, German banks had been willing to lend massive amounts to the rest of the Eurozone. Since the breakdown of the interbank market in the Eurozone, this risk has been shifted to the Bundesbank. We have argued that this shift has not affected the risk for Germany as a whole. With or without TARGET2, the risk that arises from reckless lending by German banks will have to be borne by Germany. Again, it is all too easy to look for a scapegoat outside of Germany.

Adenda: recomendada também a leitura de uma nota técnica do CEPR acerca do TARGET2, bem como de um ‘paper’ mais desenvolvido escrito em co-autoria por um economista do BCE.

Anúncios

One comment on “Target2 para miúdos

  1. Anónimo diz:

    […] Target2 para miúdos. O Pedro Romano, que já passou por aqui, trocou-nos por outras paragens. Vale a […]

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s