Multiplicadores mais altos do que se pensava

Já saiu o World Economic Outlook. A parte mais suculenta do relatório semestral do Fundo Monetário Internacional é um estudo, escrito em co-autoria pelo economista-chefe Olivier Blancard, que reavalia o impacto da consolidação orçamental no crescimento do Produto.

Sem surpresa – pelo menos para quem tem seguido a investigação produzida pelo FMI a este nível – a conclusão é que os multiplicadores implícitos nas previsões feitas ao longo dos últimos três anos eram substancialmente inferiores aos multiplicadores estimados a posteriori (0,5 versus 0,9 a 1,7). Ironia das ironias, o FMI conclui que, entre todos os organismos cujas previsões foram levadas em conta, foi o próprio Fundo que mais subestimou o impacto recessivo da consolidação orçamental na actividade económica.

If the multipliers underlying the growth forecasts were about 0.5, as this informal evidence suggests, our results indicate that multipliers have actually been in the 0.9 to 1.7 range since the Great Recession. This finding is consistent with research suggesting that in today’s environment of substantial economic slack, monetary policy constrained by the zero lower bound, and synchronized fiscal adjustment across numerous economies, multipliers may be well above 1 (Auerbach and Gorodnichenko, 2012; Batini, Callegari, and Melina, 2012; IMF, 2012b; Woodford, 2011; and others). More work on how fiscal multipliers depend on time and economic conditions is warranted.

P.S.- Ler também o comentário de Antonio Fatas, do INSEE.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s